fbpx

Idosos que vivem em asilo no Norte de Minas Gerais são os primeiros vacinados no interior do estado

22 de janeiro de 2021

“A saúde é a nossa felicidade, é o que a gente tem de melhor no mundo. Faltou a saúde, faltou tudo. Ao receber a notícia de que seria vacinado, fiquei muito alegre. Graças a Deus fui vacinado. Estou livre dessa doença”. O relato é de Erotides Cardoso, de 96 anos, o primeiro residente de uma instituição de longa permanência para pessoas idosas a ser vacinado contra a covid-19 no estado.

A imunização do morador do Asilo São Vicente de Paulo, em Montes Claros, no Norte de Minas, foi acompanhada pelo governador Romeu Zema, assim como a vacinação da dona Maria dos Reis, de 90 anos. Emocionada, Maria afirmou que a vacina representa esperança na sua vida. “É uma felicidade que não cabe dentro da gente. Fiquei muito alegre ao saber que seria vacinada e que minha vida voltaria ao normal”, explicou.

O governador Romeu Zema lembrou que a prioridade desta primeira etapa de vacinação, que começou nesta segunda-feira à noite, em Belo Horizonte, são os profissionais de saúde que estão expostos a riscos, idosos em instituições de longa permanência, como é o caso do Asilo São Vicente de Paulo, e também os indígenas que vivem em aldeias.

“Iniciamos hoje a vacinação na região Norte de Minas aqui neste ato.  As 577 mil doses que o Estado de Minas recebeu na data de ontem já foram distribuídas e direcionas às regionais”, afirmou.

Otimismo

O governador afirmou que não só o Brasil, mas todos os países do mundo estão enfrentando problemas de fornecimento de vacinas. “Mas estou otimista de que teremos um aumento na quantidade de vacinas fornecidas nos próximos meses”, disse.

Para Zema, haverá vacina para todos na medida em que a indústria farmacêutica acelerar o processo de produção. “No entanto, quero lembrar que os cuidados ainda são exigidos. É um público pequeno que já está recebendo a vacina, e o vírus continua no meio de nós até com mais intensidade do que esteve no ano passado. Por isso, devemos continuar vigilantes”, alertou.

Gestão

Outro compromisso do governador no município foi um encontro com os prefeitos da região. Durante a reunião, Zema teve a oportunidade de explicar como está sendo conduzida a gestão do Governo de Minas, as dificuldades enfrentadas, e, sobretudo, os resultados e os objetivos já alcançados.

Combate à pandemia

Desde o início da pandemia, o Governo de Minas adotou diversas ações no combate à covid-19. Uma das primeiras ações foi a aquisição de 1.047 respiradores, ao preço médio mais baixo do país. Isso permitiu que o Estado dobrasse de cerca de 2 mil para quase 4 mil o número de leitos de UTI, muitos deles em municípios que nunca tinham contado com unidades de terapia intensiva.

Neste mês, o governador acompanhou de perto a chegada das seringas previamente adquiridas pelo Estado às 28 regionais de saúde. Esse trabalho prévio de aquisição de R$ 50 milhões de seringas agulhadas e de 617 câmeras frias para armazenamento dos imunizantes garantiram o início imediato da vacinação em Minas Gerais. Até o momento, mais de 21 milhões de seringas já chegaram ao estado.

Com informações da Agência Minas

Foto: Fábio Marchetto

Receba nossas

novidades por

email