Governo de Minas quita dívida de condomínio no valor de R$ 135,5 mil e estuda venda de imóveis

Governo de Minas quita dívida de condomínio no valor de R$ 135,5 mil e estuda venda de imóveis

Compartilhar

O governo de Minas Gerais, sob a gestão de Romeu Zema (NOVO), quitou a dívida de condomínio com o Residencial das Américas, na região Oeste de Belo Horizonte, no valor de R$ 135,5 mil – referente aos meses de abril a outubro deste ano. Os atrasos por parte do Estado começaram na gestão de Fernando Pimentel (PT).

 

Os 93 apartamentos do Estado – de um total de 208 existentes no residencial – foram adquiridos por meio do programa Lares Geraes: Segurança Pública, de 2004. A intenção era que os imóveis funcionais fossem ocupados por policiais militares e civis, bombeiros militares, agentes penitenciários e socioeducativos.

 

Além da dívida que se acumulava, vazios, esses apartamentos funcionais estão se deteriorando. A despesa continua mensalmente, por isso, a meta agora do governo é se desfazer dos apartamentos. São imóveis avaliados em R$ 17 milhões. O valor médio de cada apartamento é de aproximadamente R$ 180 mil.

 

Os moradores locais sofrem as consequências da inadimplência. O analista de sistemas e síndico do condomínio, Vinícius Quadros, contou que, em razão da falta de pagamentos, contas essenciais não estão sendo quitadas.

 

“Esse abandono nos causou muitos prejuízos. Espero que (o governo) venda esses imóveis. (Caso contrário) será apagar fogo com gasolina”, disse o síndico do residencial, Vinicius Quadros.

 

Foto: Alex de Jesus
Informações: Jornal O Tempo