fbpx

Governo de Minas Gerais lança programa de incentivo ao empreendedorismo universitário

9 de outubro de 2020

O Governo de Minas lançou nesta segunda-feira (5/10), o programa Vuei – Vivência Universitária em Empreendedorismo e Inovação. A ação busca aproximar as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas do mercado, incentivando professores e alunos a criarem empreendimentos mais inovadores.

Além da conexão das IES com o mercado, o Vuei estimula a criação de projetos e negócios inovadores nas instituições educacionais do estado com objetivo de promover o desenvolvimento dos ecossistemas de inovação e empreendedorismo e despertar o protagonismo, a autonomia e a proatividade de alunos de graduação e pós-graduação. A intenção é aumentar o número de professores com conhecimento de metodologias de ensino do empreendedorismo.

Futuro

A ideia para a iniciativa, promovida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Diretoria de Indústria Criativa e Formação Empreendedora,  veio do próprio mercado, que percebe distanciamento com as academias.

Dados de 2014 do Sebrae Nacional apontam que cinco a cada dez graduandos querem empreender, enquanto pesquisa recente do Instituto Empreender Endeavor indica que apenas 38% das Instituições de ensino superior promovem iniciativas ligadas ao empreendedorismo.

Composição

O programa é destinado a instituições de ensino superior mineiras (privadas, públicas estaduais, públicas federais), professores, estudantes de graduação e pós-graduação das IES e parceiros privados do projeto.Já de início, professores universitários distribuídos em 41 campi diferentes participam do programa.

Os ecossistemas de inovação universitários serão compostos por times com alunos e professores. Cada grupo passará por capacitação sobre o mercado de inovação, educação empreendedora e desenvolvimento de negócios tecnológicos com profissionais do mercado e professores de universidades nacionais e internacionais.

Em paralelo, os times irão diagnosticar, propor e executar ações que incentivem o desenvolvimento de negócios inovadores e o aumento da relação com as empresas e negócios locais. Durante todo o processo, a equipe da Sede-MG acompanhará e apoiará os times na execução das ações e na interlocução com o mercado local.

Expectativa

O secretário-adjunto da Sede, Fernando Passalio, destaca o papel do Estado na iniciativa. Segundo ele, o projeto criará bases para que as IES possam desenvolver os próprios ecossistemas de inovação. “O projeto é baseado em ações simples, mas poderosas para apoiar a conexão com o mercado e o desenvolvimento de capacidade empreendedora e de inovação nas instituições de ensino. Não é a complexidade da ação desenvolvida, mas sim a qualidade, rapidez e consistência da execução. E o governo dará todo o apoio necessário para que a iniciativa seja produtiva”, afirma.

Também é objetivo do programa fomentar políticas públicas que busquem novos processos para o desenvolvimento econômico. “ Somos o estado com o maior número de universidades públicas do país. O Vuei é a chave para acelerar e expandir a formação dos profissionais ainda dentro da instituição de ensino. Isso é feito diretamente pela capacitação e aproximação de estudantes das demandas e necessidades que o mercado tem”, avalia o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Rodrigo Mascarenhas.

Detalhes sobre o funcionamento do Vuei, que é desenvolvido em sete etapas, podem ser conferidos no site da Sede-MG.

Informações: Agência Minas

Foto: Shutterstock

Receba nossas

novidades por

email