O fracasso (esperado) do controle de aluguéis em Berlim

O congelamento

Em 2019, os governantes de Berlim decidiram congelar os aluguéis da cidade por 5 anos para baratear o acesso à moradia. Menos de dois anos após a medida, os sinais de fracasso já se mostram claros.

É esperado que a cidade abandone em breve este congelamento.

Consequências

Em Berlim, como em todos os lugares em que tentou-se controlar os aluguéis, o déficit habitacional foi agravado. O número de apartamentos anunciados nos classificados caiu 42%. Com os preços abaixo dos de mercado, muitos proprietários decidiram usar seus imóveis, vendê-los ou até mesmo deixá-los vazios.


Consequências para o inquilino

Com a escassez de moradias em Berlim, os potenciais inquilinos passaram a buscar imóveis em cidades próximas. Os aluguéis nestes municípios vizinhos dispararam.

Ou seja, o cidadão passou a pagar um aluguel ainda mais alto, para morar onde não era sua preferência.


Consequências para a cidade

O controle de aluguéis também reduz os incentivos para a manutenção e o cuidado com as habitações existentes.

Um dos casos mais extremos é da cidade de Mumbai, na Índia. Com controles que duram décadas, muitos prédios se tornaram verdadeiras ruinas, causando uma série de desastres que já custaram centenas de vidas.

Os resultados eram esperados

Congelamentos de preço não funcionam. Não seria diferente com os preços do aluguel.

Uma pesquisa do professor de economia de Harvard, Gregory Mankiw, apontou que 93% dos economistas concordam que “o controle de aluguéis reduz a oferta e a qualidade de imóveis disponíveis para a locação”

O economista sueco, Assar Lindbeck, afirma:


“O controle de aluguel parece ser a técnica mais eficiente atualmente conhecida para destruir uma cidade, exceto os bombardeios.”

Lugares que tentaram o controle de aluguel e fracassaram

Cidades:

Berlim
Cairo
Cidade do México
Los Angeles
Nova York
Mumbai
San Francisco


Países:

Argentina
Reino Unido
Suécia


E como baratear as moradias?

Para tornar a moradia mais acessível, é necessário facilitar a oferta de habitações. Regras de construção mais flexíveis permitem que a cidade aumente a disponibilidade de imóveis, reduzindo o valor dos aluguéis no longo prazo. Pelo mesmo motivo, agilizar e desburocratizar a concessão de licenças e alvarás ajuda a resolver o problema.


Aprendendo com o fracasso

Controlar diretamente os preços é uma solução simples, mas completamente errada, e que já fracassou muitas vezes ao longo da história. As cidades brasileiras devem se inspirar nas experiências que dão certo e aprender com as que dão errado.

Receba nossas

novidades por

email!