As 10 medidas de Romeu Zema

As 10 medidas de Romeu Zema

Compartilhar

O governo de Minas Gerais está trabalhando para colocar as contas e os serviços do estado em ordem. Para isso, boas práticas e boa gestão são fundamentais.

 

Conheça algumas medidas simples e efetivas já realizadas pelo governo:

 

1-  Romeu Zema nomeou seus secretários por meio de um processo seletivo, tendo como requisitos a técnica, a experiência, a competência e a idoneidade.

2-  Reduziu em 50% o número de secretarias para economizar dinheiro e alocar recursos onde realmente são necessários.

3-  Após um levantamento minucioso, Zema deu início ao corte de 60% dos cargos comissionados;

4-  O governador nomeou o novo presidente da Cemig baseado em sua competência e qualificação técnica, dando início ao enxugamento da empresa para por fim aos cabides de emprego.

5-  Estabilizou e está honrando os repasses de valores para as prefeituras, antes atrasados pelo governo anterior.

6- Deu início ao pagamento do 13º salário atrasado de mais de 600 mil servidores de forma planejada, para cumprir uma obrigação de responsabilidade do governo anterior.

7-  O Governador tem visitado instituições como a Faemg, escolas estaduais e associações regionais de municípios para conhecer os problemas de perto. Nenhum governador havia antes visitado esses locais.

8-  Zema trabalhou, e ainda trabalha sem descanso, para organizar o caos e diminuir o sofrimento das vítimas, causado pelo rompimento da barreira de rejeitos de minério em Brumadinho, mobilizando as forças policiais e de resgate do estado.

9-  O governador deu início ao processo de venda de aviões da frota aérea que servia aos ex-governadores e de 2000 carros que serviam ao governo.

10-  Romeu Zema é o primeiro governador a não morar em palácio e pagar do próprio bolso o aluguel de sua casa.

 

São atitudes responsáveis que priorizam o equilíbrio das contas, para que se possa investir no que é essencial aos mineiros.

 

#NOVOnaPrática