fbpx

Governo de Minas valida primeira concessão pública de parque estadual

O Governo de Minas homologou nesta terça-feira (2) a primeira concessão pública do Programa de Concessão de Parques Estaduais (Parc). O Consórcio Gestão Parques MG – Urbanes – B21 deve investir R$ 12 milhões na manutenção dos espaços que integram a Rota das Grutas Peter Lund.

Além de promover uma economia anual de R$ 4 milhões aos cofres públicos, o contrato de R$ 294,6 milhões referente à concessão pública vai melhorar os serviços turísticos e manter a preservação dos espaços que integram a Rota Lund. Também deverão ser gerados 120 empregos diretos e 2 mil indiretos.

A Rota Lund é composta pelo Parque Estadual do Sumidouro (localizado nos municípios de Pedro Leopoldo e Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte), além dos monumentos naturais Gruta Rei do Mato (Sete Lagoas) e Peter Lund (Cordisburgo). As três unidades recebem, juntas, cerca de 115 mil visitantes por ano.

“É um momento muito importante para o meu governo. Trata-se do início da concessão dos parques estaduais. Isso significa que o Estado vai ter mais recursos para a Saúde, para a Educação e para a Segurança. A partir de agora, esse parque natural tão bonito que compõe a Rota Lund vai receber investimentos do setor privado, e estará muito mais apto para receber os turistas”, disse o governador Romeu Zema.

O Governo de Minas deve conceder, no total, 20 unidades de conservação gerenciadas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) até o final de 2022.

Com informações de Agência Minas


Por Yann Santos

Receba nossas

novidades por

email