Nota da Bancada do NOVO na Câmara sobre o pronunciamento do Presidente da República

Nota da Bancada do NOVO na Câmara sobre o pronunciamento do Presidente da República

Compartilhar

Bancada do NOVO na Câmara entende que faltou a necessária responsabilidade que compete a um Chefe de Estado e líder de uma nação no temerário discurso do presidente Jair Bolsonaro sobre a crise de saúde e na economia que o País enfrenta com a COVID-19, o coronavírus. A pandemia que colocou o mundo inteiro em estado de alerta já matou milhares de pessoas e, sem medidas protetivas criteriosas, poderá vitimar outras tantas.

 

É preciso ter respeito com os mais de 20 milhões de brasileiros idosos, potenciais vítimas fatais do coronavírus, com os doentes já afetados pela doença e com familiares e amigos daqueles que já morreram em decorrência da doença.

 

Ressentimentos pessoais com quem quer que seja devem ser colocados de lado e a política eleitoral deixada para a época de campanha. Não é momento de expor insatisfações políticas. O cenário exige que o presidente da República lidere, assuma responsabilidade para com a população.

 

Lembramos que até mesmo países com condições sanitárias muito superiores às nossas vêm enfrentando a pandemia com dificuldade. O Brasil não tem estrutura adequada de saneamento, possui um sistema de saúde deficitário, resultado de anos de negligenciamento, e não está preparado para enfrentar uma crise.

 

Agir como se este cenário fosse normal, minimizar as consequências, contrariando recomendações do próprio Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde, é ignorar as responsabilidades que o cargo de presidente da República exigem e negligenciar toda uma nação.

 

É preciso analisar criteriosa e estrategicamente o isolamento social e seus impactos para definir qual a melhor estratégia para a saúde da população e a economia do País. Análises superficiais ou críticas de cunho meramente político não contribuem para a implementação de soluções eficazes.

 

É claro que o necessário isolamento inicial precisa ser estrategicamente pensado e as rotinas gradativamente retomadas para que não cause prejuízos irreparáveis na saúde, na economia e na vida de milhões de brasileiros. Os ministérios da Economia, da Saúde, da Infraestrutura e demais envolvidos vêm mostrando competência e seriedade no trato da crise, em especial os ministros Paulo Guedes, Luiz Henrique Mandetta e Tarcísio de Freitas, gestores preocupados em entregar o que a população precisa no momento.

 

O que precisamos neste momento é de um Chefe de Estado que lidere um esforço de união entre governadores, prefeitos e imprensa para superarmos a crise. Os deputados federais do NOVO, reafirmam seu compromisso com a população brasileira de defender e promover medidas que nos ajudem a transpor essas dificuldades.

 

Foto: Alan Santos/PR