fbpx

Como funciona o Imposto sobre Bens e Serviços?

O QUE É?

O IBS (imposto sobre bens e serviços), também conhecido com IVA (imposto sobre valor agregado), é uma das propostas de Reforma Tributária que pode unificar 5 impostos complexos em apenas um simples e transparente.

O IBS incide sobre o valor agregado de cada etapa da produção de um bem ou serviço.

Valor agregado é o quanto de valor foi adicionado em cada etapa da produção.

Veja este exemplo simplificado da venda de um suco de uva, onde será cobrado o IBS com uma alíquota de 10%. Para facilitar, calcularemos o valor agregado subtraindo o preço de compra do preço de venda.

O produtor rural coleta algumas uvas e vende para um fabricante por R$ 0,10.

Ele paga 10% em impostos.

Ou seja, R$ 0,01 em imposto.

Esse fabricante produz suco a partir das uvas e o vende para um restaurante por R$ 1,00.

O valor agregado é de R$ 0,90 (valor de venda – valor de compra = valor agregado | R$ 1,00 – R$ 0,10 = R$ 0,90)

Ele pagará 10% em cima destes R$ 0,90, ou seja, R$ 0,09 em impostos.

O restaurante vende o suco para o cliente por R$ 10,00.

O valor agregado é de R$ 9,00 (valor de venda – valor de compra = valor agregado | R$ 10,00 – R$ 1,00 = R$ 9,00)

Então ele pagará 10% em cima destes R$ 9,00, ou seja, R$ 0,90 em impostos.

No final, o cliente terá pago R$ 10,00 pelo suco.

E quanto de imposto? Basta somar o valor pago em cada etapa: R$ 0,01 + 0,09 + R$ 0,90 = R$ 1,00.

Ou seja, 10% de imposto, igual a alíquota cobrada em cada etapa.

Os diversos tributos são concentrados em apenas um, tornando o sistema mais simples e transparente, já que os produtores e os clientes sabem quanto vão pagar de impostos.

Como o imposto incide apenas sobre o valor agregado, não se paga imposto em cima de imposto. Apenas sobre o valor que foi adicionado.

Receba nossas

novidades por

email