carmen
Exercer a cidadania com consciência do dever de cada um é o passo que falta para consolidar a democracia no Brasil.

Sobre

Quem é
Petropolitana de 53 anos, historiadora, mestre em antropologia e doutora em sociologia. Professora da Escola Brasileira de Administração Pública de Empresas da FGV e sócia-fundadora da Symbállein, consultoria em gestão de ativos intangíveis. Foi assessora para assuntos de ciência e tecnologia da Embaixada do Brasil em Tóquio. Autora de diversos livros e artigos sobre gestão privada e pública. Casada com Marco Tulio Zanini e mãe duas filhas.

Por que quer ser candidato
Lecionou em programas de desenvolvimento de gestores públicos e sabe que há muita gente competente tentando fazer um bom trabalho, mas sem suporte para avançar. Acredita que é importante ter cidadãos comuns assumindo um papel mais relevante na política.

O que vai fazer
Melhorar a governança e a gestão, colocando em prática inúmeros projetos para melhoria da cidade que não são discutidos. Garantir o emprego dos recursos de forma estratégica e abrir espaço para a inciativa privada. Aprimorar a estrutura de suporte ao turismo, comércio, indústria e empreendedorismo, para promover o desenvolvimento local. Estruturar a cooperação para o desenvolvimento da economia criativa, como vocação local.

Fale com Carmen Migueles

Outros candidatos: