fbpx

Bancada do NOVO vota a favor da Medida Provisória que libera capital estrangeiro nas empresas áreas

22 de maio de 2019

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (21), a medida provisória que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. A Bancada do NOVO votou favoravelmente na medida que possibilitará mais concorrência no setor.

 

A Câmara também aprovou – com voto contrário do NOVO -, emenda que proíbe cobrança de bagagem, o que inviabiliza modelos de baixo custo.

 

 

Marcel van Hattem (RS), líder do NOVO na Câmara, afirmou que a cobrança de bagagem ficará embutida no preço das passagens de todos, mesmo daqueles que não utilizam o serviço. “Estamos prejudicando o consumidor. Todo aquele que for sem mala para o avião vai pagar pelos que despacham. Não existe almoço grátis”, alertou o deputado.

 

O projeto seguirá para o Senado Federal, que precisa aprovar a MP nesta quarta-feira (22) para que o texto não perca a validade. O NOVO conta com o veto do fim da cobrança separada por bagagem despachada, que ficará a cargo do presidente da República Jair Bolsonaro.

 

Imagem: divulgação/RevistaNegócios

 

Receba nossas

novidades por

email